fbpx

O projecto CINEFRANÇAIS está de volta! Para ajudar a melhorar a relação dos alunos com a língua francesa, temos uma lista de filmes que abordam temas com os quais os jovens se podem identificar e que podem ser vistos nos cinemas comerciais de todo o país. [+]

As Aventuras na Cidade integra a programação de animação da exposição que resultou do projeto Lugares e Olhares e que envolveu várias turmas de escolas do concelho de Almada, maioritariamente do 1.º Ciclo mas também do 2.º ciclo, em diversas atividades artísticas. [+]

Com o regresso às aulas, está também de volta o programa O CINEMA AJUDA-NOS A CRESCER, pensado para os alunos e escolas do 3.º ciclo e do Secundário, e gratuito para toda a Área Metropolitana de Lisboa. [+]

Em parceria com a Câmara Municipal de Oeiras, a Zero em Comportamento tem um conjunto de oficinas de introdução ao cinema para levar às escolas de todo o município. [+]

Jane por Charlotte”, o documentário que Charlotte Gainsbourg dedica e filma com sua mãe, Jane Birkin, é exibido em Outubro em Famalicão.

[+]

Este filme que acompanha a vida de Kitty, a amiga imaginária a quem Anne Frank dedicou o seu diário, chegou aos cinemas em Maio e agora que o regresso às aulas está a chegar, queremos dar às escolas a possibilidade de marcar sessões nos cinemas de todo o país. [+]

A 20 de Outubro, o Auditório Municipal de Esposende recebe o filme que pôs alunos, professores e pais a falar sobre bullying.

Jochem é vítima de bullying pelos seus colegas de escola. O seu amigo David não quer participar, mas tem medo de dizer alguma coisa. Uma manhã o diretor da escola conta à turma que Jochem não voltou para casa depois de uma festa. David sente‐se culpado e juntamente com um amigo vai à procura de Jochem para lhe dizer que está arrependido. Mas será que é tarde demais?

Em 2021, o Observatório Nacional de Bullying (ObNB), registou 82 denúncias de bullying, sendo a média de idade das vítimas de 13 anos. Numa altura em que preparamos, mais uma vez, o regresso às aulas dos nossos jovens, este continua a ser um filme que não deixa ninguém indiferente.

Em Outubro, o filme do mês parte numa viagem pelo alto Rio Negro, na Amazónia profunda. Em NHEENGATU – A língua da Amazónia, José Barahona procura uma língua imposta aos índios pelos antigos colonizadores. Através desta língua misturada, o Nheengatu, divide a filmagem com a população local e deixa que o filme se construa no encontro de dois mundos. [+]

Começamos esta sessão com a história de um rapaz que, após passar todo o seu tempo fechado em casa, se lança na aventura de conhecer os vizinhos. [+]