Testemunhos de Parceiros

As sessões de cinema para as escolas com a Zero em Comportamento tem sido uma experiência muito positiva, na qual os professores do concelho da Moita têm participado com interesse, tornando possível a participação de escolas mais distantes, que habitualmente têm maior dificuldades em se deslocar, mas cuja vontade em assistir a estes filmes têm gerado o empenho dos professores. Das várias sessões realizadas até ao momento, num total de cerca de 490 participantes, os professores têm destacado o interesse das temáticas, assim como a possibilidade dos alunos assistirem a filmes que abordam, nalguns casos, mundos diferentes daqueles que conhecem, mas também, noutros, realidades que lhes são bastante próximas e com as quais se identificam, contribuindo para a sua problematização e suscitando a reflexão.

Sofia Figueiredo
Câmara Municipal da Moita, Divisão de Cultura e Desporto, Fórum Cultural José Manuel Figueiredo

Desde há vários anos que temos utilizado o cinema  em vários projetos da associação, como ferramenta pedagógica, na construção de mundos e olhares sobre o mesmo, desafiando  novos públicos, como abordagem a temáticas de trabalho com a comunidade escolar e nesse sentido, a parceria com a Zero em Comportamento, veio não só trazer uma maior sistematização do trabalho, acesso a filmes que de outra forma não conheceríamos, como também estabelecer um diálogo construtivo sobre o conhecimento de longa data que têm do trabalho com públicos jovens.

Tratando-se um projeto piloto, envolvendo o ATV, o Teatro-Cine de Torres Vedras e a Zero em Comportamento, o Café com Filmes Escolas (nome dado ao projeto em Torres Vedras, uma vez que é um desdobramento do nosso ciclo habitual de cinema que já temos para o público em geral), conseguiu neste primeiro ano superar todas as expetativas, tendo envolvido 9 escolas, 51 professores, 48 turmas e 1872 alunos.

Esperamos que o próximo ano letivo seja ainda melhor.

Gonçalo Oliveira
(ATV – Académico de Torres Vedras), Produtor e Programador Cultural

Trata-se de um projecto bastante interessante, onde os pequenos espectadores não só têm a possibilidade de ver cinema de animação fora do circuito comercial como são convidados a pensar de uma forma divertida sobre os temas abrangidos pelas curtas.

A inclusão das fichas pedagógicas no projecto é sem dúvida uma enorme mais-valia, envolvendo professores e encarregados de educação em todo o processo.

Marco Guerra, Produtor
Artemrede – Teatros associados

A Zero em Comportamento é uma associação cultural com notável brio profissional e manifesto amor pela arte do cinema. Os seus diversos programas são extremamente bem pensados, concebidos e executados, segundo critérios de qualidade artística e pedagógica. Há um extremo cuidado em delinear programas de filmes para cada faixa etária ou temática em particular. As ligações que a Zero em Comportamento tem a nível internacional com festivais de cinema especializados e distribuidoras, garantem a qualidade artística dos filmes. Em especial, o programa “Filminhos Infantis à Solta Pelo País” é verdadeiramente uma encantadora caixinha de surpresas para miúdos e graúdos. O Teatro Municipal da Guarda já programou diversos programas destes filminhos e a reação do público (pais e crianças de todas as idades) é sempre de júbilo e de satisfação perante as curtas-metragens de animação de excelente qualidade estética que a Zero em Comportamento propõe.

Victor Afonso
Programador do Teatro Municipal da Guarda