Quem Somos

Um dos objectivos da Zero em Comportamento – Associação Cultural é tornar acessíveis ao grande público filmes e realizadores que se preocupam com o conteúdo dos seus filmes, promovendo a pluralidade cultural e contribuindo para o desenvolvimento e educação do espectador, por forma de enriquecer a sociedade.

A associação nasceu em Dezembro de 2000 e, desde logo afirmou-se como uma alternativa à exibição comercial de cinema em Lisboa, apostando na reposição de filmes e, principalmente, na apresentação de títulos inéditos em Portugal. Entre 2001 e 2003, a sua actividade esteve centrada na programação do Cine-Estúdio 222. Em 2004, organizou a primeira edição do IndieLisboa – Festival Internacional de Cinema Independente, actualmente um dos maiores e mais importantes festivais portugueses.

Tem desenvolvido outras iniciativas pontuais no âmbito do cinema, como foi o caso do Festival CineEco em Seia; da Mostra de Cinema Visões do Sul, em Portimão; da Mostra Anual de Cinema de Hong Kong e também de algumas retrospectivas de realizadores como foi o caso das retrospectivas dedicadas aos cineastas Brillante Mendoza, Sergei Loznitsa e Kim Longinotto. Editou ainda, em conjunto com a FNAC, duas edições do DVD Fnac/IndieLisboa 10 Curtas Metragens Portuguesas.

Desde finais de 2013, a associação desligou-se do IndieLisboa, passando a Zero em Comportamento a focar-se mais no público mais jovem e infantil.
Consciente da falta de oferta de cinema de qualidade para este público tão importante e ainda tão “moldável”, a Zero em Comportamento preocupa-se em disponibilizar filmes de grande qualidade artística mas que, ao mesmo tempo, apresentam um conteúdo de significativo valor educativo e que, portanto, são perfeitos para os educadores (pais e professores) abordarem diversas questões fundamentais para o crescimento das crianças e jovens enquanto seres humanos conscientes e críticos do mundo em que vivemos.